ADS

Destaques

Ataque israelense mata ao menos 42 pessoas em Gaza, diz governo local

Pelo menos 42 pessoas foram mortas neste sábado (22) em ataques israelenses contra distritos da Cidade de Gaza, no norte do enclave palestino, afirmou o diretor da assessoria de imprensa do governo, controlado pelo Hamas. 

Ataque israelense contra casas em Al-Shati, um dos oito campos de refugiados históricos da Faixa de Gaza, matou 24 pessoas, disse Ismail Al-Thawabta à Agêcia de notícias Reuters. Outros 18 palestinos foram mortos em ataque contra casas no bairro de Al-Tuffah. 

O Exército israelense publicou um breve comunicado dizendo: "Agora há pouco, caças do IDF atingiram dois locais de infraestrutura militar do Hamas na região da Cidade de Gaza". 

Também afirmou que mais detalhes serão divulgados em breve. O Hamas não comentou a alegação israelense de que atingiu sua infraestrutura militar. Em um comunicado, afirmou que os ataques tinham como alvo a população civil e prometeu que "a ocupação e seus líderes nazistas pagarão o preço por suas violações contra nosso povo".

Imagens obtidas pela agência de notícias Reuters mostraram dezenas de palestinos correndo em busca de vítimas entre as casas destruídas, paredes explodidas, destroços e poeira nas ruas do campo de refugiados Shati.

A campanha militar em Gaza foi desencadeada quando militantes - liderados pelo Hamas - invadiram o sul de Israel em 7 de outubro do passado, mataram 1.200 pessoas e tomaram mais de 250 como reféns, segundo contagens israelenses. 

A ofensiva deixou Gaza em ruínas, matou mais de 37.400 pessoas - 101 nas últimas 24 horas - segundo autoridades palestinas do setor de saúde e deixou quase toda a população desabrigada e desamparada.

*É proibida a reprodução deste conteúdo

 

Fonte: Agência Brasil

Nenhum comentário

Deixei seu comentário, a sua opinião é muito importante.