ADS

Destaques

Copa América: Brasil depende de vitória contra Paraguai para avançar

O Brasil enfrenta o Paraguai em partida do Grupo D da Copa América em Las Vegas na sexta-feira (28), depois de um decepcionante empate sem gols contra a Costa Rica na estreia, o que deixou o time em busca de aprimorar sua capacidade de ataque.

A seleção brasileira dominou a posse de bola, mas não soube como superar a defesa da Costa Rica que jogava com linha de cinco. A equipe se movimentou pela área adversária, e teve apenas três de seus 19 chutes no gol.

O Paraguai, que perdeu por 2 a 1 para a Colômbia em seu primeiro jogo, deve usar um plano de jogo defensivo semelhante ao da Costa Rica.

Isso representará mais um desafio para o técnico Dorival Júnior, que terá de encontrar respostas sobre como sua equipe pode romper bloqueios e ser mais precisa na frente do gol.

O meia-atacante Lucas Paquetá, um dos jogadores mais ativos do Brasil contra a Costa Rica, com cinco chutes que não acertaram o alvo e um que bateu na trave, acredita que o problema é mais mental do que tático. Ele acha que o Brasil precisa de paciência.

"A gente teve várias e várias chances, eu particularmente tive mais três oportunidades e faltou concluir com um pouco mais de calma ao gol", disse Paquetá em entrevista coletiva na quarta-feira (26).  "É claro que a finalização de fora da área com a equipe que se defende mais é algo que a gente pode melhorar e vai buscar fazer, mas a gente segue com muita confiança."

Sem o atacante Neymar, que ainda está se recuperando de uma grave lesão no joelho, havia uma impressão geral de que Dorival daria ao astro Vinícius Jr. um papel vital após a brilhante temporada do atacante com o Real Madrid.

Mas o jogador de 23 anos era uma sombra do ponta elétrico que ajudou o Real a conquistar a dobradinha Liga dos Campeões/LaLiga e foi substituído aos 25 minutos do segundo tempo.

"Não podemos continuar dando desculpas sobre o gramado ou a baixa linha defensiva deles. Foi um empate que teve gosto de derrota para nós, então temos que melhorar, sem desculpas", disse o atacante Rodrygo aos repórteres.

Não há indicação de que Dorival fará mudança contra o Paraguai, apesar da crescente pressão dos torcedores e da mídia para ver Endrick começando ao lado de seus futuros companheiros de Real Madrid, Vinícius e Rodrygo, no ataque.

* É proibida a reprodução deste conteúdo.

Fonte: Agência Brasil

Nenhum comentário

Deixei seu comentário, a sua opinião é muito importante.